Publicações

Palavra da Verdade

Eu tenho algo a dizer…

Em 04/03/2016 • Publicado em Ministérios dos Jovens

 

Certo dia estava conversando com um jovem que foi criado na igreja. Ele se lamentava por não ter conhecido o mundo. Achava que isso invalidava seu testemunho e que não tinha o que dizer por estar sempre na igreja.

 

Percebi um certo desejo de conhecer as coisas do mundo para sua convicção de vida ser genuína. Na ocasião não tive argumentos de pronto para dissuadi-lo, porém fiquei refletindo em suas palavras.

 

Foi então que ouvi uma defesa em que o interlocutor trazia os seguintes questionamentos:

Preciso ir para lama para saber que lá não é o meu lugar? Preciso de uma experiência homossexual para saber que sou heterossexual? Preciso flertar com as coisas do mundo para bater no peito e dizer que de fato sou crente? É melhor ser ex escravo ou nunca ter sido escravo?

 

A partir dessas questões percebi o quanto é enganoso e fraco o argumento de que um jovem não pode se posicionar sem experimentar o outro lado. A conclusão que cheguei é que, na verdade, é preciso coragem para se posicionar com convicção nas coisas que foram geradas em nós pelo Espírito.

 

Sei que muitas pessoas que foram poupadas de grandes sofrimentos por não curtir o mundão sentem-se em desvantagem quando ouvem um testemunho de um ex alguma coisa.

Mas afinal, “É melhor ser ex escravo ou nunca ter sido escravo?”

 

Jovem, não precisamos ir para o mundo para saber que lá não é nosso lugar.

 

 

Thaís Albernaz

Pr. Angelo Marcony

Escreva um comentário